Yearly Archives: 2015

RÁDIO COMUNITÁRIA DE NHAMATANDA NOTICIA FÚRIA POPULAR QUE CULMINA COM JUSTIÇA PELAS PRÓPRIAS MÃOS NO DISTRITO

A popolação da vila Municipal do Distrito de Nhamatanda na provincia central de Sofala, dicidiu na madrugada desta Quarta-feira, fazer a justiça pelas suas próprias mãos, que culminou com linchamento de um suposto raptor e assassino considerado cadastrado que aterrorizava os residentes da vila de Nhamatanda na calada da noite.
Trata-se segundo a Rádio Comunitária de Nhamatanda de um nacional que em vida respondia pelo nome de Samuel Pinto mais conhecido pelo Jossia, que encontrou a morte na madrugada desta Quarta-feira através de um lichamento protagonizado pelos populares.
Numa entrevista concedida a Rádio Comunitária, populares exaltam alívio total e paz sobre tudo nas crianças que já nao eram libertas pelos pais na tentativa de os proteger dos Raptos.

COMUNIDADES PREPARADAS PARA ENFRENTAR O PROCESSO DA MIGRAÇÃO DIGITAL

O Fórum Nacional de Rádios Comunitárias (FORCOM) em parceria com a Comissão de Migração Digital (COMID) e Observatório da Migração Digital realizou recentemente, diversas conferências de divulgação do processo de Migração Digital em algumas regiões do pais, com o objectivo de providenciar aos cidadãos, informações sobre o estágio actual da Migração Digital bem como criar um espaço de esclarecimentos para as possíveis dúvidas que os cidadãos possam ter sobre o assunto.
A Directora Executiva do FORCOM Benilde Nhalivilo fala do evento como o que visava proporcionar um debate público como forma de garantir o Direito a Informação sobre o processo “Pretendia-se se estes programas,

“JORNALISTAS COMUNITÁRIOS TEM UM PAPEL INDISPENSÁVEL PARA A MUDANÇA DE COMPORTAMENTO” – Celia Claudina Directora Executiva da RECAC

Em representação ao CECAP, a Directora Executiva da Rede de Comunicadores Amigos da Criança (RECAC) Célia Claudina fala do papel imprescindível que as RC’s têm nas comunidades “Vocês como jornalistas comunitários têm um papel importante para a mudança de comportamento e por isso aconselho-vos a investigar, a denunciar, a acusar e condenar os perpetradores dos Casamentos Prematuros. É importante que tragam uma abordagem positiva olhando para as causas para derrubarmos as consequências dos Casamentos Prematuros” Disse Célia Claudina

“O CASAMENTO PREMATURO É UMA VIOLAÇÃO DOS DIREITOS HUMANOS, PORÉM, A NOSSA LEGISLAÇÃO CONTÉM UMA LACUNA AO ABRIR ESPAÇO PARA CASAMENTO COM 13 ANOS DE IDADE” – Vitalina Papadakis, Directora do Centro de Formação Jurídico e Judiciário.

A Directora do Centro de formação Jurídico e Judiciária Vitalina Papadakis falou diante dos Jornalistas Comunitarias aspectos Legais que protegem a rapariga, entretanto verifica-se segundo ela uma fragilidade na legislação no que diz respeito a penalização dos casos de Casamentos Prematuros.
“O casamento pressupõe, antes de mais, o livre consentimento das partes, a união voluntária e singular entre um homem e uma mulher com o propósito de constituir uma família, isto segundo a lei da família. Sabemos que as crianças não são capazes de dar um consentimento válido para se casar e por envolver crianças podemos sim considerar o Casamento Prematuro uma violação dos direitos humanos.

“O CASAMENTO PREMATURO É UM PROBLEMA DE SAÚDE PÚBLICA E TEM GRAVES CONSEQUÊNCIAS NA SAÚDE MULHER” – Estela Manguele Ministério da Saúde

Durante a capacitação sobre os Casamentos Prematuros, os facilitadores explicam aos participantes sobre as nocividades dos Casamentos Prematuros na vida da Rapariga e incutiram nestes o pensamento de usar uma comunicação para a mudança de comportamento.
Na sua apresentação, Dra. Estela Manguele do Ministério da Saúde, disse aos participantes que o Casamento Prematuro é um Problema de Saúde Pública e tem graves
consequências na saúde da Mulher como é caso de Fístula Obstétrica, a Infecção por HIV, Depressão Infantil, Anemia e Aborto. Segundo a especialista, estas consequências tem aumentando em grande medida a Mortalidade Materna e Infantil.

Embaixada da Islândia oferece viatura ao FORCOM, “Oferecemos este presente por reconhecermos o empenho do FORCOM em acções de Governação”,

Depois da oferta de uma casa em Junho do ano passado pela Suécia, o Fórum Nacional de Rádios Comunitárias (FORCOM) beneficiou, este ano, de mais uma oferta. Trata-se concretamente de uma viatura de marca Toyota Hilux cedida pela Embaixada da Islândia que inclui também custos de manutenção da mesma por um período de um ano.

A oferta surge depois de uma visita ao FORCOM feita pelos Países Nórdicos nomeadamente pela Embaixada da Islândia junto com a da Dinamarca e da Suécia, onde estes procuraram se inteirar na íntegra do trabalho realizado pela organização e dos principais desafios que a mesma enfrenta.

RÁDIOS COMUNITÁRIAS COM MAIS CONHECIMENTOS SOBRE GESTÃO FINANCEIRA

O Forum Nacional de Rádios Comunitarias capacitou nos dias 10 e 11 de Junho contabilistas das Rádios Comunitárias em matérias sobre Gestão Administrativa e Financeira com o propósito fundamental de melhorar o conhecimento e habilidades destes em gestão financeira como forma de melhorar a sua performance nesta temática e na prestação de contas.
A capacitação foi facilitada pelos financeiros do FORCOM em parceria com a DIAKONIA e teve como base o manual de Gestão financeira produzido pelo FORCOM de forma simplificada especificamente para as Rádios Comunitárias, do qual os participantes beneficiaram.
Um dos pontos de destaque na capacitação segundo o Oficial de Finanças do FORCOM,

COMUNIDADES PARTICIPAM NA MONITORIA DA GOVERNAÇÃO LOCAL

Na sequência do projecto “Aumentando a Consciência Política e Ampliando as Vozes dos Cidadãos nos Processos eleitorais e Democráticos ” levado a cabo pelo FORCOM e
financiado pela União Europeia, as Rádios comunitárias envolvidas, continuam a promover debates com vista a avaliar as actividades desenvolvidas pelos Governos distritais através do programa “A Voz do Cidadão”.
O principal enfoque dos programas está na monitoria do Plano Económico Social e Orçamento Distrital (PESOD) 2015-2019 no sentido de se saber até que ponto os Governos locais estão a implementar o mesmo tendo em conta as prioridades das comunidades. Para além da monitoria da implementação do PESOD,

RÁDIO ESPERANÇA PROMOVE OS DIREITOS DA CRIANÇA ATRAVÉS DE UM PROGRAMA AO VIVO

No âmbito do programa “A voz da Criança na Comunidade”, a Rádio Esperança localizada na cidade Lichinga Provincia de Niassa que actua num raio de 300 Kilómetros produziu recentemente um programa ao vivo junto das crianças e encarregados de educação com objectivo principal de dar a conhecer as crianças sobre os seus direitos e por outro lado consciencializar aos pais e encarregados de Educação sobre a importância de respeitar e proteger os direitos da criança.
Refira-se que o programa de promoção dos direitos da criança na comunidade é realizado com o apoio do Unicef.

FORCOM INICIA ENCONTROS DE BALANÇO DO PROJECTO FINANCIADO PELA UNIÃO EUROPEIA

O Fórum Nacional de Rádios Comunitárias iniciou hoje em Maputo os encontros de balanço sobre a implementação do primeiro ano do projecto “ Aumentando a Consciência Política e Ampliando as Vozes dos Cidadãos nos Processos Eleitorais e Democráticos ” Financiado pela União Europeia com o propósito de avaliar e identificar progressos e desafios enfrentados pelas Rádios em diversos aspectos ligados ao projecto.
Os encontros estão a ser facilitados pela Oficial do Projecto, Percina Meque Pérez, pelo oficial de Comunicação Naldo Chivite assim como por outros sectores do FORCOM como o de Formação e Desenvolvimento de Conteúdos e pelo sector Administrativo e Financeiro com vista a melhorar a produção de Conteúdos e a prestação de contas das Rádios no âmbito do projecto assim como melhorar algumas dificuldades enfrentadas no primeiro ano.